Coelho mergulhado em caos

Imagem025
 
Em meio ao caos, Tito acordou e era sábado de aleluia. “Aleluia!” gritavam alguns. Ele apenas ouvia o dia passar quieto. Com olhares tristes almoçou com sua mãe e irmão. Silêncio. O frango com feijão e arroz deixou a vida um pouco mais salgada. A salada de tomates com pimentão vermelho conferia mais sabor à mesa e, em poucos minutos, todos levantaram satisfeitos.
Em meio ao caos, desejou muito. Porém, parou no desejo e dormiu. Sentiu o travesseiro pesar sob e sobre sua cabeça. Seus cabelos, cada dia mais longos, escapavam pela cabeceira da cama que jazia no quarto em silêncio de aleluia. “Aleluia!”
Em meio ao caos, sonhou e misturou realidade triste com devaneios de pouca esperança. Seu irmão o sacudiu e Tito encontrou mais uma vez o tal do sábado que não acabava mais. Conversaram banalidades no melhor estilo que a intimidade e a fraternidade proporcionam. Sorriram forçados e ficou difícil de dizer quem se esforçava mais para agradar ao outro.
Em meio ao caos, espalharam cartas sobre a cama para distrair. Morderam alguns chocolates e observaram as partidas começarem e acabarem sem vencedores. Forçaram mais sorrisos e falaram do passado.
Em meio ao caos, o sábado acabou. “Aleluia!” Veio o domingo de páscoa e Tito percebeu: as datas seguem seu caminho lógico, matemático e gelado. Os dias chegam independente de saudades e lembranças. Os feriados começam e terminam, seja em paz ou em meio ao caos.
 

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Coelho mergulhado em caos

  1. Álvaro Luiz disse:

    Cara, muito bons os seus textos. Uma grande amiga minha que te conhece falou muito bem de vc e do que vc escreve. Resolvi averigüar. Parabéns pelo seu talento. Sucesso.
     
    Tenho um blog. Não tenho escrito nele. Apenas deixado mensagen s e textos que entendo interessantes. Porém, logo pretendo deixar mais as minhas marcas nele. Se tiver tempo pra visitá-lo: http://www.alvinhoaf.blogspot.com
     
    Abrass. Fui….

  2. Flavia disse:

    Às vezes me sinto mais Tita que Flavia, quase uma Melissa.
    Mas às vezes também parece que vc é mais Melisso do que Tito…
     
    E eu continuo aqui, vendo os dias escorrerem pelas minhas mãos.
    Quase como se elas sangrassem…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s