Sempre meu Herói

 
ATgAAABWTBvDTwGJR8ARwRpZoTEMlr9JkoMcfvMhLYntHpigBgEMqXxaBNtCzwpRcICp6smQS7K0dq_Yfdti3iOPoj9HAJtU9VDHeShuhjNc0oxm9i7tV2RpC-BEvg
 
Não há exemplo maior que o seu.
Não há saudade maior que a minha.
Faltam palavras, falta uma rima
De seu neto que amou, sentiu, cresceu.
 
Não tem porquê.
Seriam desnecessárias, poucas.
E, pela lembrança, traço letras roucas: 
Amo você.
 
Do sempre neto, Felipe Belão, para seu sempre Herói, Seu Belão.
 
 
 
"Oh Captain! My Captain! Rise up and hear the bells." (W. Whitman)
 
 
 
 

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Sempre meu Herói

  1. Flavia disse:

    Saudade é ruim e é bom.
    Sinal do que o que passou valeu a pena.
     
    Até algum dia…
    Adoro.

  2. Mell disse:

    A ausência de alguém que amamos é sempre dolorida, mas é inevitável.
    O sentimento verdadeiro permanece intacto dentro do peito, mesmo na ausência, na distância.
    Levamos sempre conosco e isso é o que vale, é nossa verdadeira missão aqui, viver, amar…aprender.
     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s