2010 uma página que inspira novas

Semanas corridas me perseguem, seguem e me impedem de cantar Jingle Bells.
Eu bem que tento responder todos e-mails, mensagens e ir a todos os amigos secretos e jantares mandatórios de final de ano, mas tem dias que acabo ficando em casa tomando uma cerveja – e olha que nem tomo mais de uma ou duas, acho que é a chatice que vem com a idade – e jogando vídeo-game – esse é meu lado menino que, oxalá, eu não perca.
É a vida que decidimos levar que nos carrega para mais um ano. Escrever ou não neste processo todo parece uma coisa difícil de racionalizar. É como se fosse bobagem pensar no troço, afinal você vai ter que descarregar no papel ou coisa qualquer tanto sentimento do mundo. É o rou-rou-rou ecoando em sua forma mais sincera de questionamento existencial.
Onde morar, para onde viajar, ir ou caminhar é resultado sinestésico de muito mais, de coisas que não conhecemos ainda. Hoje, prefiro escrever misterioso, não falar mais nada com nada e insistir nos acertos e erros que empurram meu blog, minha página e vida para o ano seguinte.
2010 foi intenso e eu vivi. Só isso que devo dizer por hora.
Talvez eu descubra, numa referência literária nada discreta, que foi o melhor dos anos e foi o pior dos anos. Mas não posso ficar ensimesmado demais ou doente das entranhas numa hora dessas. Nem entoar poesia por mais que o final de ano me proporcione gastura estomacal. “Poesia numa hora destas?” Tantos projetos concluídos que deixaram vontades, desejos e planos conjugados ou compostos – ora complexos – de futuro de quem cresce na velocidade dos segundos.
Por um tanto assim de momentos, hoje eu amo e, por isso beijo pra você e para 2010, para um ano que passou complexo de realização acompanhada de sua leal amiga, a preocupação que trouxe consigo também seu escudeiro estranhamente chamado de novos desafios.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

3 respostas para 2010 uma página que inspira novas

  1. Belão disse:

    comentem… don´t be shy!

  2. Silvia disse:

    Feliz 2011 Belones!

  3. Belão disse:

    Obrigado, Silvia! Pra vc tb!

    Rê, adorei seu comentário!
    foi um dos melhores e mais sinceros comentários que vi por aqui até hoje.
    Também tenho esta estima toda pela nossa amizade.
    Meus desejos de felicidades e tudo mais para você também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s