Volta às aulas

(foto com padawans de outrora que já se tornaram jedis)

Sempre que o ano começa, eu volto a me enxergar no rosto dos calouros. É meio que uma coisa de gente louca que revive o passado para não deixar de fazer planos para o futuro. Lembro bem eu lá, nesse mar de carteiras, cadeiras, gentes perdidas e com olhar perscrutador em uma sala com lousa e professor.

O fato de dar aulas não me impede de sonhar. Lembrar como era ter tantos planos de futuro e de como a gente vai substituindo alguns por outros maiores – ou simplesmente mais adequados. Acho engraçado poder falar com eles sobre isso. É meio que o destino me dizendo: “e agora, você já sabe o que quer ser quando crescer?”

A questão é justamente essa. Eu ainda não faço idéia de quem quero ser, apenas sei o que sou e para o que sirvo no momento: meu trabalho, minhas letras e minhas aulas. Tudo faz parte do que sou hoje, esta realidade mutável sem eira nem beira, sem medo de mudar para amanhã viver ainda mais intensamente.

Quero muito poder dizer isso ao longo das aulas. Falar sobre o brilho no olhar de uma conquista profissional, sobre o aprendizado incomensurável das derrotas – que graças ao que quer que seja vêm sempre em maior número – e sobre o respeito a cada gesto que desempenhamos em nossa vida para o mundo.

Nesse imenso caminhar, resta assisti-los o quanto posso e assistir-lhes despontar o quanto forem capazes de sonhar. Oxalá, Calourada! Estou com vocês.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em intensidade, ofício, paixão, profissão, publicidade, respeito, tempo, viver. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Volta às aulas

  1. Silvia disse:

    agora sim! sigo todos! esse eu gostei de encontrar sorriso.

  2. Laís Flores disse:

    Acho que estou muito empolgada esse ano. Medo do tcc e feliz por ter 3 aulas com o Belão!! É bom saber que tem muita gente capacitada pra me ensinar e, óbvio, puxar o saco do professor que vai estar por perto no último e mais importante ano acadêmico! 😉

  3. Belão disse:

    Valeu, Silvia!

    Laís, vamos com fé que vai dar tudo certo. E se não certo é pq o final nao chegou! Beijo!

  4. Jessyka disse:

    É a melhor aula da semana! mais 3 anos de Belão pela frente (:

  5. Belão disse:

    Se Deus permitir, Jessyka… =)

  6. Rafa Coradin disse:

    Se você soubesse o que quer ser quando crescer, não teria tanta graça ser sua amiga!

  7. Belão disse:

    hahaha
    Valeu, Rafa!
    eu ainda não sei mesmo. todas as pessoas interessantes que eu conheço não sabem.
    Bjo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s