Arquivo do mês: junho 2012

21 gramas de silêncio

Em dias em que acordo sem música alguma na cabeça, tenho medo de me perder. E já que cada um carrega seus medos para lá e para cá, levo comigo meu silêncio. É ensurdecedor, pois ligo o som e nem … Continuar lendo

Publicado em amor, arte, esperança, estações do ano, Fome, música, solidão, Sonhos, tempo, viver | 9 Comentários

Rotina ou ar

Confunde-nos o gosto, o sabor feito das coisas realizadas. Confunde-nos e nos reinventa feito bonecos do mais branco e puro pano. Desmembra-nos feito sem alma, perdidos em devaneios distantes. Esquece-nos feito espantalhos de um amor servil. Interpela a nosso silêncio … Continuar lendo

Publicado em loucura, morte, viver | Deixe um comentário

Monólogo Cama Mundo

Todos nós temos muito que fazer. Os dias correm cinzas. O sol é visita aguardada que faz questão de não comparecer ou de ir embora cedo demais. As portas estão fechadas, cada uma de um jeito, com cadeado por dentro … Continuar lendo

Publicado em declarações, fim do mundo, Liberdade, morte, paixão, Paz, sol, solidão, tempo, viver | Marcado com | 8 Comentários