Monólogo Cama Mundo

Image

Todos nós temos muito que fazer. Os dias correm cinzas. O sol é visita aguardada que faz questão de não comparecer ou de ir embora cedo demais. As portas estão fechadas, cada uma de um jeito, com cadeado por dentro ou por fora. Os diálogos são escassos e os personagens inventados. Uma terra em que existe simplesmente a possibilidade do agora: aquele instante que ninguém sabe lidar direito.

Os livros de nossas estantes são os mesmos das estantes de nossos pais. Os sons são os mesmos. E ninguém, ninguém mesmo, teve capacidade de inventar uma cor nova. Os cabelos continuam sobre as cabeças e os sorrisos melhores são os feitos de dentes sinceros. Ainda assim, viajam as palavras, as conversas plenas não se encontram.

O que sobra, entre um mundo pós-industrial e outro, são exageros repetidos. Somos tão bons quanto nos foram capazes de ensinar a ser. E quem ensinou não está mais por perto para corrigir o que deu errado. Cabe a nós mesmos cada passo. A força de vontade para não desistir jamais e chamar para perto o que um dia foi só sonho.

E já que esse assunto nos apareceu, sonhar se torna cada vez mais difícil. Com a infância pra trás, a vida “adulta” pré-fabricada, parida, inventada nos resume a servos subservientes de um relógio que trabalha ao som de uma perfeição vazia. Então, sem grades e com os olhos para fora da caverna fica mais fácil de perceber que não importam nossos textos, a quantidade deles e a bobagem que proclamamos. O quantitativo se perde na falta de sentido, excelência, nos erros repetidos. Os gestos traem nossa ideologia e torna nossas palavras ocas e, ao mesmo tempo, submersas em desnecessários pesares.

Viver é pesado demais para pesares. O que nos resta então é isso: o instante presente. A paz do agora na incerteza absoluta do próximo passo. Sim, cada vez mais estamos aqui e apenas aqui. Nós dois, eu e você. Eu e minha cama nesse escuro quarto de clausura e lucidez. Proscritos, silenciosos e cientes da pequena parcela que desempenhamos. Somos o simples pedaço de fato de repetir o que outros já tentaram. Reinventemos, portanto.

E dormiu. E dormiu. Finalmente, dormiu.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em declarações, fim do mundo, Liberdade, morte, paixão, Paz, sol, solidão, tempo, viver e marcado . Guardar link permanente.

8 respostas para Monólogo Cama Mundo

  1. Anônimo disse:

    Você é um filósofo!!! beijos

  2. Belão disse:

    Obrigado, eu acho. hehehe

  3. Ana Kretzmann disse:

    Adorei o Post!!! ;D bjs

  4. Belão disse:

    Valeu, Ana! =)

  5. Anônimo disse:

    nunca cometo o mesmo erro
    duas vezes
    já cometo duas três
    quatro cinco seis
    até esse erro aprender
    que só o erro tem vez

    Paulo Leminski

  6. Belão disse:

    não tem um texto para o qual o Leminski tenha escrito algo bem melhor =)
    pura verdade. reinvetemos. erremos nossos novos erros.

  7. pequenanati disse:

    Leminski falava dos mesmos erros.
    Esqueci de assinar.

    nunca cometo o mesmo erro
    duas vezes
    já cometo duas três
    quatro cinco seis
    até esse erro aprender
    que só o erro tem vez

    Paulo Leminski

  8. Belão disse:

    Obrigado, Nati.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s