Simpatize com moderação

Image

“É, é, é.” Se alguém te responde assim, acredite: não é pessoal. Dia ruim, semana ruim, talvez um ano ruim. Vai saber. As pessoas que cansam da bondade escolhem o silêncio. Sabe como é, uma alternativa pra não dizer nada. Não fazer nada além de seguir o dia-a-dia e o tal do “é, é, é” ajuda nesse troço todo. Um jeito justo de procrastinar decisões, empurrar trabalho para amanhã e jurar que ao amanhecer será melhor. É tipo o atleta que na semifinal dos 100 metros livres corre apenas o suficiente para chegar à final. Afinal de contas, a final é outro dia. “O que você achou do seu resultado nessa semifinal?” e ele te responde “É, é, é.” Por aí. É justo, não? O importante não é nem a resposta, mas sim receber a pergunta. Tipo o cara que está no clima do “é, é, é” fica mais uma semana “é, é, é” se ninguém pergunta essa semana “E aí, como tá o trabalho?” ou suas variações igualmente simpáticas “Como tá a vida?” A resposta é a mesma “é, é, é”. Mas por que responder assim?! Porque se o cara do “é, é, é” disser a verdade ele arrisca começar a reclamar a sério para você. Exemplo: “Você tá bem, cara?” e o cara resolver substituir o “É, é, é” por outra resposta: “Na verdade, não. E não que te contar vai me fazer sentir melhor. Porque não é nada que você possa fazer, sabe como? Não é sua culpa, nem minha também. É o tempo das coisas, o momento da vida, o jeito do vento, vai saber. Só sei que acordei meio de saco cheio hoje. Vim trabalhar o trânsito é bestial. A porra do tempo dessa cidade me faz passar calor de blusa, frio sem ela. Há um tempo atrás se você me perguntasse aonde eu estaria hoje, não seria aqui. Meus sonhos eram diferentes. Mas sonhos são assim,  né? A gente inventa perfeitos para nos contentarmos com o que alcançamos. Então, o que me resta no dia de hoje é mergulhar em mim mesmo, com ou sem melancolia. Tanto faz. Melhor até a melancolia a não sentir nada. Não estar apto a sentir é o pior castigo e esse sou eu hoje. Suprimi uma série de coisas para não dizer nada e evitar pensar o abismo de sentir que é meu dia de hoje. Mas pode ser que passe amanhã. Na verdade, eu nem acho que vai passar, mas preciso acreditar nisso pra poder levantar amanhã e tentar fazer diferente se vier a força. Enquanto isso espero o tempo das coisas, o vento mudar e essa besteirada toda que todo mundo diz. O fato é que a vida é hoje. E é inútil comandar o mundo, com sorte comandaremos nós mesmos. Mas o comando de mim agora, pffff, tá feia a coisa. Minha vida de hoje não exatamente como eu queria. Mas o que você pode fazer a respeito, né? Se nem eu mesmo que fiz de tudo o dia todo pra que algo diferente acontecesse não consegui, não é você que vai fazer por mim. E não me venha com essa bosta de autoajuda pra se livrar de minha resposta ein! To avisando, você perguntou, agora escute até o final. Tudo começou quando…” Era melhor se contentar com o “é, é, é”.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em abutres, Amizade, problemas do mundo, solidão, tempo, Vento, viver. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Simpatize com moderação

  1. É, é, é bem assim.
    #tamojunto.

    Perfeito, como sempre.
    bjos

  2. Belão disse:

    Valeu, Ale. hehehe tem dias que é, é, é…

  3. Anônimo disse:

    Engraçado hoje meu dia também foi esquisito como se tivesse uma energia negativa no ar ! Vai saber ….

  4. Belão disse:

    Vibrações do mundo. Mudanças cósmicas! Hehehe

  5. Anônimo disse:

    Salve Felipe!!! Um pouco sem tempo para ligar, mas sempre tiro um tempinho onde posso sempre ler suas publicações…
    Nada de só “mergulhar em si mesmo” ok?
    Um abração
    Do teu irmão da Venezuela hehehehe

  6. Belão disse:

    Salve, Ermano! Pois é! Saudade, cara! Veja quando puder mandar notícias. Aqui tem muito “é, é, é.” e a galera ta jogando futebol. Hauhauahhauah vc faz falta aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s