Natal que vai, Natal que vem

Quando o dia termina, nos resta esperar o próximo. O que vem sempre soa melhor do que aquele que passou. É justo se pensarmos que adicionamos à realidade o imaginado, que nessa altura dos acontecimentos não decorridos, é inquestionável. A promessa é feita. A toalha branca vai para o armário e o resto da comida pra geladeira junto com os sonhos. De nata, de doce de leite e de esperanças. Mais da metade do que somos ainda nem aconteceu.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em imaginação, natal, Sonhos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Natal que vai, Natal que vem

  1. Claudia disse:

    Rememorando… Noite de sábado, passei por aqui buscando inspiração. Home sweet home.
    Beijos

  2. Belão disse:

    Saudade, menina! Sinta-se em casa sempre! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s