Dia do apaixonado

20130612-121250.jpg

Tenho que confessar. Sou um eterno apaixonado, piegas na alma. Adoro este dia, ainda que eu dance apenas comigo mesmo. Suspiro ao vento, faço jantar pra mim mesmo e abro um bom vinho. Sou intenso em minha solidão ao mesmo tempo em que mantenho um relacionamento de cumplicidade com meu silêncio.
Meu apartamento, caverna de minhas reflexões, guarda vista para árvores que chamo pelo nome. Faço brindes com as folhas, espero alguém que ainda não conheço ou conheço e ainda não sei dizer.
Só carrego uma certeza: aproveito o prazer de meus desassossegos com a força de meu brilho no olhar. Sou verdadeiro até aqui e fujo mesmo do que não me faz bem por inveja, maldade, desencontro ou desilusão. Meu coração sonha a frente, sempre no lugar certo. Pois sou incorrigível em minha natureza de pisar firme nos dias que Deus me reserva em terra. E, se a vida é tão curta, aprendo com a falta de para que eu possa oferecer em companheirismo e cumplicidade tudo que hoje apenas vivencio em isolamento.
Sou um ermitão da palavra, um Zaratustra da ilusão, um mágico do sorriso pro espelho.
E se hoje brindo sozinho é com a certeza de que mais este mês de junho serviu só de preparação para a paixão que busco descobrir e o amor que hei de desfrutar até meu fim: simples começo para os frutos que deixarei.

Pra ler ouvindo:

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em amor, declarações, paixão, Paz, solidão, Sonhos, tempo, Trepar intensamente, viver, words. Bookmark o link permanente.

20 respostas para Dia do apaixonado

  1. Isa disse:

    é incrível como eu compartilho das mesmas ideias contigo. sou uma apaixonada pelas pessoas que eu conheço e as que ainda vou conhecer. sou apaixonada também por aquelas que já passaram por mim e hoje, nem sei onde moram. me sinto livre, pra amar o tempo todo, sem esperar nada em troca. faço brindes com a vida! e com a vodka. feliz dia do amor, Fe.

  2. Janaina disse:

    Lindo! E mais uma vez compartilho integralmente da sua opinião, meu querido amigo!
    “E se hoje brindo sozinho é com a certeza de que mais este mês de junho serviu só de preparação para a paixão que busco descobrir e o amor que hei de desfrutar até meu fim: simples começo para os frutos que deixarei.”
    Beijo!!

  3. Belão disse:

    Isa, feliz dia do amor. Amar é o caminho, ainda que em silêncio. Ainda que de longe ou de perto 🙂 muito bom sempre

  4. Belão disse:

    Valeu, Jana 🙂 sempre bom encontrar comentários seus por aqui 🙂

  5. Grazielle Paula Miguel disse:

    Adorei esse texto! Vc é brilhante!

  6. Belão disse:

    Saudade, minha amiga! Valeu, gra! Beijão pra toda família linda.

  7. Junior Gros disse:

    Viver é preciso, amar é preciso. Sem amor, para quê viver?

  8. Feliz Dia do Apaixonado!!! por que o melhor é apaixonar-se todos os dias por si mesmo 🙂

  9. Belão disse:

    Ademir, verdade! Sem amor não tem como ou o porquê

  10. Belão disse:

    Valeu, Rafinha! Certamente que sim. Como amar outro se nao começarmos pela gente?

  11. Juliana disse:

    Monólogos de um menino apaixonado.. rsrs. . Muito bom, meu amigo..

  12. Belão disse:

    Valeu, Ju, minha amiga. Apaixonado sempre, ainda que incompreendido no tempo ou no espaço 🙂

  13. Elisangela Duarte disse:

    Não sei como cheguei nessa página… Mas seja lá como for e foi rs, adorei essa mensagem, pois também sou “uma eterna apaixonada, piegas na alma”. Parabéns 😉

  14. Belão disse:

    Valeu, Elisangela! Passe sempre por aqui 🙂

  15. o amor é piegas, mas é bom amar

  16. Lara Bona disse:

    Ahhh… O amor…
    Amar-se, amar, ser amado… Piegas? Mas é amor…
    …E amor é o que nos move em todos os sentidos!

    Perfeito o texto!
    “E, se a vida é tão curta, aprendo com a falta de para que eu possa oferecer em companheirismo e cumplicidade tudo que hoje apenas vivencio em isolamento.”

  17. Belão disse:

    é um aprendizado, caminho pra novos amores…

  18. Cath disse:

    “…espero alguém que ainda não conheço…” Conversei com uma cigana um dia que me disse que almas são pré destinadas umas as outras, por motivos diversos de aprendizagem, etc.. talvez a sua esteja a procura da outra nesse mundo, quem sabe. beijos

  19. Belão disse:

    quem sabe hehehe =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s