Paixão pouca é bobagem

Imagem

Uma das grandes saudades de minha vida, diante do tempo que passa implacável, é me apaixonar. Não por coisa ou ato ou gesto. Curto mesmo me apaixonar por alguém. Mas falo de paixão daquelas de tremer as pernas, de fazer o tempo junto no final de semana valer um ano inteiro de prosa e poesia.

Já tive paixão de um dia só, paixão de alguns segundos e até paixão que durou apenas um olhar. Também já tive paixão de meses que colocaram ideias nos meus dedos e me fizeram escrever feito doido, um verdadeiro delirante. Essas são aquelas que nos dão vontade de ficar vivo para sempre, embora saibamos que a tal da paixão só será eterna mesmo enquanto durar.

Também tem outras que fazem a gente levantar da cama sorrindo e ir a um lugar que jamais sonhamos em estar. São as que nos conduzem ao novo, a um ambiente de sonhos e beijos mais intensos que o episódio final de temporada que mais amamos. Aliás, apaixonar-se é um estado de si mesmo que projetamos no outra a tal ponto que assumimos de vez o papel de protagonistas em nossa própria história de vida.

Louco pensar que encontramos nos outros tantas respostas para viver. Até porque o amor que vem depois é consequência da entrega a essa paixão doida que descortinamos de um instante pra outro. Então, por tudo isso e por lembrar bem o que já vivi, acredito que podemos mudar nossas vidas de um instante pra outro sim. Um olhar perdido no infinito que se cruza com o de outro navegante mergulhado em sonhos distantes de um mundo de rotinas e de pratos tristes pedidos pelo número.

Ninguém jamais me deu resposta melhor para a vida que não tratasse de sentir e compartilhar, amor e paixão, eu e você. E, como sou desses que precisa se apaixonar sem freios todo dia, desejo aos que carregam alguma angústia a respeito das respostas universais que jamais teremos: apaixonem-se já e perdidamente. Até porque gostar de alguém é o melhor exercício físico, mental, hormonal, artístico e social que podemos fazer. Apaixone-se já e até o fim valer a pena: um looping de sorrisos. Entregue-se, pule, arrisque-se, caia e voe alto. Afinal, apaixonados somos eternos.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em amor, midi-chlorians, paixão, Sonhos. Bookmark o link permanente.

17 respostas para Paixão pouca é bobagem

  1. Junior Gros disse:

    Paixão é algo que me falta. Não por coisas, por ideias [às vezes amo tanto minhas ideias que chego mesmo a odiá-las].
    Falta-me uma paixão que me baixe a crista, uma paixão quase clubística. Quero consumir-me.

    Que baita texto.

  2. Belão disse:

    valeu, Dimir! consumir-se em paixão é o melhor jeito de viver. é o tal do live and let die.

  3. Lara Bona disse:

    Hoje só posso dizer (escrever)…

    Eu apaixono
    Tu apaixonas
    Ele/ ela/ você apaixona
    Nós apaixonamos
    Vós apaixonais
    Eles/ elas/ vocês apaixonam

    Ai, ai… Quero me apaixonar… Viu o que seu texto faz?

  4. Belão disse:

    pois é.. me falaram isso, mas é ótimo. o negócio é se abrir e viver a paixão…

  5. Luly Miranda disse:

    “beijos mais intensos que o episódio final de temporada que mais amamos”. A conversa sobre as séries inspirou a aspiração da minha vida. Gostei 🙂

  6. Belão disse:

    hehehe bem isso, Luly! bem dessa conversa que saiu essa parte.
    que legal que vc identificou =)

  7. Daniele Gotardo disse:

    Ahhh como faz falta!!!

  8. Belão disse:

    Com certeza faz, Dani!

  9. Anônimo disse:

    Adorei… apaixonados somos eternos.. me apaixono todos os dias!

  10. Eliane Vieira disse:

    Adorei… apaixonados somos eternos.. me apaixono todos os dias!

  11. Belão disse:

    Valeu, Eliane! eternos sim! apaixonados venceremos qlqr coisa. é bom poder dividir esse texto =)

  12. Marcos Coqs disse:

    Sempre acontece de eu me apaixonar por uma garota no ônibus, mas elas nunca descem no mesmo ponto que eu. #triste ahaha abraço belão, belo texto.

  13. Bel disse:

    Genial e lindo esse texto !

  14. Belão disse:

    hahaha valeu, Coqs. Já rolou comigo, mas agora ando mais de carro.

  15. juribas disse:

    Adorei o texto. E acho que sinto saudade de me apaixonar também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s