Vida de Adulto Vida de Criança

Image

Essa mania de fazer de conta que sou adulto é pura fachada. É o que me mantém adulto e criança por hoje e amanhã. Depois ainda não sei, como bom jovem que continuarei sendo por questão de escolha. Acho até que me lancei na carreira de adulto cedo demais. Acredito que aconteceu na primeira vez que sofri assistindo ao Jornal Nacional. Sofri feito humanitário com um senso de responsabilidade pelas desgraças e cataclismas do mundo. Logo passou e fui ver Star Wars até me convencer que eu poderia usar a força e decidir nunca ir pro Dark Side. Depois fui andar de bicicleta pela Vila Fanny. O sentimento de adulto passou e voltou tantas vezes e tão rápido que nunca entendi ao certo o que significa envelhecer. Graças a Deus!

Outro indício de minha adultêz precoce foi ficar aprender a gostar de bater papo. Antes, conversar era apenas um meio de organizar as brincadeiras. Uma ferramenta da diversão lúdica e nada mais. Só que, de um dia pro outro, parei uma parte da tarde de jogar bola para ficar batendo papo em frente ao portão de casa, meu ou dela. Claro que tinha mulher na jogada. Outra armadilha da vida adulta: de um dia pra outro elas tinham peitos e eu achava legal aquilo sem saber direito o porquê. Hoje entendo um pouco melhor.

A questão é que no dia das crianças essa ideia das diferenças da vida de adulto pra vida de criança me vem à mente. Cada ano me convenço mais da importância da mantermos um lugar ou um gesto que nos transporte instantaneamente para a Terra do Nunca. Como eterno Peter Pan vou do Sítio do Pica-pau Amarelo à Vila Sésamo sem necessidade de pó de pirlimpimpim ou de Suco Gummy. Longe de ser a criança bizarra do filme Tambor, também não me enxergo em contos de fadas. No máximo numa lenda regional, estilo Rei Leão fazendo o papel do Macaco que sabe kung fu.

Tudo isso pra dizer que, se crescer é uma decisão de vida, se manter criança cheia de amor, singeleza e sonhos também é. Uma decisão que todos devemos praticar, brincar de ser, pintar, desenhar e desejar mais tempo só pra sorrir. Aprender a usar novamente nosso corpo sem mácula, vergonha ou mágoa. Se sujar na terra, esperar eternamente o natal, subir na árvore, correr com o cachorro, se arranhar no gato e ousar fugir de casa nem que seja só pra atravessar o portão.

Que meu mundo termine quando eu crescer por completo.

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em Anjo, Dia das Crianças, Paz, Sonhos, Star Wars, tempo, tudo brincadeira, Yoda de Natal. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Vida de Adulto Vida de Criança

  1. Junior Gros disse:

    Crescer não é fácil. Crescer sem abrir mão da alma de criança, é mais difícil ainda.
    Lembro da dedicatória que você fez pra mim, quando autografou seu segundo livro. Lembro do papo no Aniversário da cole. Tentei seguir os conselhos. Em parte, consegui. Ouço meu lado piá falando, às vezes.
    Talvez não consiga deixar de ser um jovem idoso, mas, com certeza, permito-me mais coisas hoje, que me permitia antes.
    Obrigado, mestre.

  2. Belão disse:

    Valeu, cara! aquela conversa, meu amigo, me fez escrever o texto de hoje. Muito bom pensar e lembrar coisas e se manter eterna criança =) fico feliz por esse comentário =)

  3. As pessoas nunca deixam seu lado criança, simplesmente, ela fica adormecida, guardadinha como um belo tesouro. Mas, quando elas mesmas permitem o seu reflorescimento, se darão conta o quão bom é viver na eternidade de ser criança. Parece-me que quanto mais crescemos, pior ficamos. Que todos nós deixemos esse reflorescimento acontecer..rsrsrs
    Belo texto, digno de reflexão! Meus parabéns!

  4. Belão disse:

    Muito agradecido, Adriana. Penso exatamente assim! passe sempre por aqui =)

  5. Sim, passarei sim! Gostei muito do seu blog! 🙂 Tow te seguindo…conheça meu blog que fala um pouco sobre mim.rsrsrs
    http://escritoradrikkk.blogspot.com.br
    Bjos…vc escreve bem hein…

  6. Belão disse:

    valeu mesmo Adiana! muito bom receber comentários como estes =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s