Primeiro amor para sempre

Escritor_Felipe_Belao

 

O meu primeiro amor eu já transformei em livro de saudade. O meu primeiro amor eu já transmutei em canção de um poeta morto. O meu primeiro amor eu vivi intensamente. Hoje me resta dizer que uma das melhores pessoas que conheci foi o meu primeiro amor.
Certamente privilégio de poucos poder afirmar tanto e tão convicto. Ela me encantou, tentou me ensinar a sorrir direito e esteve ao meu lado até quando não esteve mais. Eu que não entendi muita coisa. Os meninos demoram mais que as mulheres.
O benefício de conquistar rugas é perceber com carinho o amor que passou em nossos dias. É respeitá-lo ainda que distante. É desejá-lo felicidades e realizações ainda que do outro lado do mundo. É agradecê-lo por feito de você uma pessoa melhor.
Não desejo voltas ou retorno, nem mesmo beijos repetidos. Conservo apenas o orgulho por ter dividido aquele tempo da faculdade ao lado dela. Do primeiro dia em que a vi de vermelho, colar diferente e cara de artista aos filmes e papos teatrais. Das visitas à biblioteca. Do trabalho de conclusão de curso aos livros partilhados. Do encantamento ao fim de ponto final. Amei, amamos. Tantas primeiras coisas, tanto carinho. Teve começo e meio, chegou ao fim.
Sei que ela tem um amor mais forte agora, amor mais definitivo que fomos um para o outro. Acho lindão o jeito da vida seguir seu rumo. Conservo no meu peito uma baita vontade de declarar meu respeito incondicional a tudo que ela representou em minha vida. Até porque o menino que fui amará para sempre. Para sempre ela será o meu primeiro amor.

 

Confirme sua presença no lançamento do terceiro livro do Belão

Sua presença é o meu presente.

 

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em Amizade, amor, declarações, Escola da Vida, intensidade, Literatura. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Primeiro amor para sempre

  1. juniorgros disse:

    O primeiro amor é feito o primeiro tombo de bicicleta, mesmo que seja rápido e quase indolor, sempre estará na memória.
    Já tive meu primeiro amor, mas não foi o maior, espero que seja o próximo, quem sabe?
    Ótimo texto, como sempre.
    Abraço.

  2. Belão disse:

    Muito grato Junior! =)

  3. Rodrigo Chiquiti disse:

    Faz pouco tempo que tive minha primeira experiência amorosa. Costumo dizer – sempre com um sorrisinho bobo no rosto – que foi o mais lindo pôr do sol com a melhor vista de todas!
    Texto maravilhoso!

  4. Que lindo.
    Parabéns.

  5. Belão disse:

    muito grato pelo comentário e por dividir conosco, Rodrigo =)

  6. Belão disse:

    muito grato, Denise =)

  7. Rosaxanney disse:

    É incrível como cada novo romance substitui o anterior em intensidade, verdade e afeição.Todo romance é sempre um encantamento único, sinto como se fosse o primeiro, o coração que acelera, a novidade, o medo, a insegurança, a paixão, a calmaria e um louco misto de loucura e sanidade. Claro que tem gente, que tem a sorte grande ” Ganha na loteria do amor” e se encanta diversas vezes pela mesma pessoa ao longo da vida, eu confesso não tive essa sorte. Faço parte da grande maioria que se encantam por diversas pessoas ao logo da vida. Mas não acredito em términos, em ponto final, sinto que é apenas um mero ator que cumpriu seu papel e sai de cena. A história sempre continua de outra forma, com outros nomes, outros versos, outras poesias, novos aprendizados, outros carinhos, tantas primeiras coisas descobertas, partilhadas e divididas, porque cada romance é diferente e encantador. Todo começo de relacionamento sinto sempre como se fosse o primeiro. São novas emoções, novas descobertas, novos desejos. Nos mulheres acreditamos no ” Pra Sempre” a cada nova história vivida. O felizes para sempre existe a cada vez que amamos. Amei, Amo e Amarei muito mais. Porque amar faz parte da vida e faz um bem enorme a alma. Sei que já não tenho todos que amei ao meu lado, mas guardarei um pedaço de coisas partilhadas, de momentos vividos ao lado de todos que amei dentro do meu coração. Afinal, ficam as lembranças do passado, as recordações das fotos antigas, mas na alma sempre permanece a louca vontade de novas histórias que encantem mais do que a primeira, porque o verdadeiro amor sempre será o último, com novas histórias maiores e melhores. Quero o que ainda não vivi, quero coisas antigas com caras novas que me encantem como se fosse a primeira vez. Ps; Belão, gostei demais do seu texto, escrevi apenas a minha versão feminina e pessoal sobre ele. Sempre bom partilhar, ideias, pensamentos com pessoas inteligentes, que nos fazem pensar sobre temas tão singelos. Blog lindo! Sucesso pra ti!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s