Quem vive do quem-sabe não enfrenta o desafio de seguir amando

Foto Felipe Belão

 

Daí o cara acorda numa terça-feira estranha com uma sensação de que a semana começou chutando sua canela depois do feriado e pensa: aonde foi que o amor dormiu noite passada?

Tenho uma teoria de que é mais difícil amar na segunda de manhã. E eu estou falando de amor de qualquer tipo, até do verdadeiro. Quando a rotina começa torta por conta de feriados e suas emendas, acho ainda mais complexo. Porém, viver é definitivamente para os bravos e corajosos. Deveríamos parar mais para pensar que dias como estes são mais difíceis para todo mundo. Se chove então…

Mas daí respiro e reflito sobre a perspectiva das coisas. O olhar que lançamos ao mundo direciona e dá sentido para nossa caminhada. Tem dias que a vontade toda é de clicar no empty e reiniciar o Super Mario World. Quem sabe eu não cometa os mesmos erros do passado, quem sabe eu faça tudo diferente, quem sabe… vários quem-sabes.

Mas qual a vantagem de viver do quem-sabe? Não vejo estrelas extras ou portas destrancadas ao voltar ao que não posso mudar. Até porque nunca encontro conforto nestas coisas passadas. E o que eu gosto mesmo é de revistar momentos mais simples, no estilo a jornada é o destino.

Tipo voltar à minha cozinha aconchegante de domingo de manhã, tomando café bom e forte comigo mesmo. Está garoando e eu sinto enorme prazer vendo a torradeira fazer sua mágica. Isso me ajuda a aguentar a noite fria em que esqueci de levar blusa para dar aulas. Eu penso: tem um lugar do mundo em que o café é fresco, a chuva gostosa e a torrada quentinha. Domingo que vem estou lá de volta. Acho mais úteis os sabores da minha vida do que pensar no que eu escolhi deixar passar.

Da janela de minha vida, o amor que ficou no passado permanecerá sempre amor. Como eu não questiono as decisões difíceis que tomei, não despedaço minhas lembranças boas. Conservo para o acalento do presente, o carinho que recebi no passado. Afinal, embora o amor seja feito também de história, o que está por vir é descoberta. O nosso futuro é infinito.

 


 

 

Vamos lá, aproveitem para confirmar presença no evento deste sábado no Bar do Carioca, às 15h.
Lançamento do Terceiro Livro e Aniversário do Belão. =)
 
 
Confirme sua presença no lançamento do terceiro livro do Belão

Clique e confirme sua presença

 

Sobre Belão

Escritor, Professor e Publicitário. Não necessariamente nessa ordem. "Ele soava como um delírio de uma mente cansada da banalidade do segunda-à-sexta. Parecia daqueles que desfilam descuidados pelas ruas, sem se deixar afetar por nada ou ninguém. Com estilo próprio por excelência de consciência e com personalidade mais do que confusa pela falta de linearidade de todas suas idéias, pensamentos, ironias, citações e crises apocalípticas de descontentamento pelo mínimo que o existir exige."
Esse post foi publicado em amor, intensidade, Literatura, livro do Belão. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Quem vive do quem-sabe não enfrenta o desafio de seguir amando

  1. Laís disse:

    Sempre bom fê!

  2. Belão disse:

    Muito agradecido Laís! =D

  3. Amor sempre será amor.
    que lindo

  4. Belão disse:

    muito grato, De =) é o que esperamos sempre =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s