Arquivo da categoria: Amizade

Acordo Ortográfico é para poucos

…este é o Prefácio que escrevi com muita honra para minha amiga Débora Corn que em breve lança seu livro espetacular de poesias… Ao escrever fazemos de conta que sabemos da vida. Projetamos nossos melhores sonhos e todos os nossos … Continuar lendo

Publicado em Amizade, arte, Débora Corn, livro, Poesia, profissão | 2 Comentários

Facebook é o novo terminal de ônibus

Após cada jogo dessa rodada, vejo uma coisa curiosa: a rede social digital virou terminal de ônibus. Ao invés de comemorar com quem ama ou de lamber as feridas, a galera briga pra valer no Facebook. Vejo gente que não … Continuar lendo

Publicado em Amizade, Futebol, Paz, Top5 | 2 Comentários

L.A. e o amor em verso

O mundo realmente é grande e a única coisa que nos faz pisar com certeza é o amor. Amor de família, de quem ensina, de amigos que guardaremos para sempre em nossa memória. Afinal, recordar transcende corpo e lava a … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, intensidade, Literatura, livro, Luiz Afonso Caprilhone Erbano, tempo, viver | 2 Comentários

Emoções contidas

Eu tenho uma mania: colecionar emoções contidas. Aquele beijo que não entreguei. Aquele abraço que não aconteceu. Aquela declaração de amizade no estilo “tipo um irmão pra mim”. Aquela saudade que não proclamei. Aquele grito que silenciei. Aquele tempo em … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, declarações, música, ok? | 12 Comentários

Horizonte de fantasias

A inspiração é um transpirar do corpo que padece das dores dos dias. Quem coloca no papel é porque precisa. Sente a alma aliviar. não se trata de mensagem ou recado, é um jeito de permanecer vivo, atento ao mundo … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, filosofia, Liberdade, Literatura, ok? | Marcado com | 2 Comentários

Do coração de um país esquecido

Ou Do coração das amizades improváveis Hey Kelvin, Oh Giselda! Feridas abertas na ponta da mesa. Tem dias que ela acorda carregando todas as dores do mundo. Assim mesmo, no gerúndio, hiperbólica, tê-pê-êmica e com seus sonhos de viajar por … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, arte, Brasil, declarações, infância, intensidade, Liberdade, Literatura, livro, midi-chlorians, paixão, Parceria, Revolução, sol, Sonhos, tempo, viver | 4 Comentários

Não entendo amor que odeia

Desde menino pequeno, escuto comentários de uma tal linha tênue entre sentimentos. Nunca encontrei sentido em tal afirmação sobre o amor e o ódio. Porém, devo confessar, as linhas da vida sempre me apareceram de forma torta e desordenada. Outro … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, intensidade, solidão, tempo, Vento | 10 Comentários