Arquivo da categoria: Cores

Sexo Sinestésico

  Tanto para dizer. Tão pouco tempo. Nos intervalos de um papo ou outro, nesses intervalos tão curtos, a rotina da vida corta nossa liberdade de estar, de ser e de vivermos. Claro que só depende da gente, mas há … Continuar lendo

Publicado em Cores, gosto das coisas, Trepar intensamente | 1 Comentário

Amar é meu lugar

Nasci ao meio-dia de noite de lua cheia. Sonhei já no primeiro instante. Cresci, vi a vida chegar perto, levar pessoas e coisas pra longe, numa ordem natural do que pode acontecer. Amei, sou filho, irmão, sobrinho, primo, amigo, professor, … Continuar lendo

Publicado em amor, chuva, Cores, declarações, dream, estações do ano, fim do mundo, gosto das coisas, infância, intensidade, Liberdade, Literatura, livro, livro do Belão, Love, paixão, Paz, Poesia, profissão, publicidade, respeito, sol, Sonhos, tempo, Tito Tassus, Trepar intensamente, Vento, Vitrine de Sonhos, viver, Vodka | 8 Comentários

Perfumes e cheiros das louças

Levanto. Deslizo a mão pelo peito para ter certeza de que ainda está lá. Sinto o perfume do lençol e logo troco pelo cheiro do café. Dia toma forma, abro a janela para a primeira xícara de luz. Aonde vou … Continuar lendo

Publicado em chuva, Cores, janela, morte, quintal, viver | 2 Comentários

O amor no ritmo das cores

Cores e liberdade conduzem-no aos dias. É um jeito estranho de andar conforme as coisas paradas e móveis. É pensar sobre o tempo que consome em seu sono ou despertar, depende de sua própria pressa. Vez ou outra, ele abandona … Continuar lendo

Publicado em amor, Cores, Liberdade | 5 Comentários