Arquivo da categoria: declarações

Quando o assunto é querer bem

  Não há plano que faça a gente chegar lá mais rápido. Não há uma estrada ou um meio-fio que o valha que nos mantenha no caminho. Não existem detalhes suficientes para que a gente mude a ideia de viver. … Continuar lendo

Publicado em declarações, estações do ano | 1 Comentário

As delícias de minhas paixões mal escondidas

Ela tem um jeito de ajeitar o cabelo como se estivesse mexendo comigo. Chega e eu logo tiro sarro de alguma coisa ou resmungo rabugento com carinho. Faço de conta que consigo esconder verdades, acho que ela também. Só sei … Continuar lendo

Publicado em declarações, intensidade, paixão, Trepar intensamente | Deixe um comentário

Como todo Amor, nosso Amor é como nenhum outro

Ela me conta o que vai fazer, o que sonha em fazer, e eu sorrio. Suas palavras me levam para um lugar tranquilo, com sol e árvores. Ela dança de saia branca rodada. E eu me transformo em profundo amor … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, declarações, gosto das coisas, intensidade, paixão | 8 Comentários

Papo de Cama

– Em se tratando de relacionamentos, nós nunca daríamos certo. – Por que você diz isso? – Porque estamos em momentos diferentes. Você tem muitas perguntas e muitas dúvidas. Eu tenho certezas demais e ainda mais perguntas. Estamos em momentos … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, declarações, Escola da Vida, gosto das coisas, Love | 6 Comentários

Primeiro amor para sempre

  O meu primeiro amor eu já transformei em livro de saudade. O meu primeiro amor eu já transmutei em canção de um poeta morto. O meu primeiro amor eu vivi intensamente. Hoje me resta dizer que uma das melhores … Continuar lendo

Publicado em Amizade, amor, declarações, Escola da Vida, intensidade, Literatura | 7 Comentários

A matemática dos dias

  Minha contas são literárias e viram contos. Meus problemas se transformam em poemas. Minhas tristezas eu transmuto em letras. Meu passado eu revelo nu e cru em páginas nas quais me exponho. Sou escritor bicho forte e nativo do … Continuar lendo

Publicado em arte, bigode, Canadá, Curitiba, declarações, Escola da Vida, esperança, Eu., gosto das coisas, Literatura, livro, livro do Belão, Sonhos | Marcado com , , , , , , | 5 Comentários

não é pra qualquer um

Era pra ser. Era pra que a sensibilidade nos aproximasse mais e mais das pessoas. Porém, num mundo cego, quem enxerga (ou sente) demais geralmente é isolado ou se isola. Vou arriscar dizer que isso nunca mudará. Nós só passamos … Continuar lendo

Publicado em declarações, esperança, filosofia | 6 Comentários