Arquivo da categoria: Não categorizado

NOVO site do Escritor Felipe Belão

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

Mulher sozinha quer chover

  As gotas de chuva pra fora da janela escorrem lentas e tediosas. Encerram em si belezas e sutilezas, mas ainda assim não dizem nada. Caladas observam o quarto, a cama e os desenhos dela na parede. Ela se move … Continuar lendo

Publicado em chuva, janela, Liberdade, Não categorizado, solidão | 3 Comentários

Paixão, qual é a sua?

    A gente envelhece e fica mais difícil se relacionar. Mais manias daquelas que não construímos juntos e sim no prazer da própria solidão. As respostas são mais silenciosas e tudo me parece definitivo demais. Até que a paixão … Continuar lendo

Publicado em intensidade, Não categorizado, paixão | Deixe um comentário

“Penso que a fluidez dos corpos é a origem de toda beleza.”                                           Tito Tassus.  Dos copos?

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

Teste de Normalidade

Tito – curitibano, menino de tudo, sonhador em punhados de segundos – foi ao supermercado e para pagar no crédito, a caixa pediu um teste de normalidade. –       Teste de quê? –       Normalidade. Faz ali na frente, naquele balcão, é … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | 7 Comentários

Dia do Escritor

“Na minha opinião, ser escritor não é apenas escrever livros, é muito mais uma atitude perante a vida, uma exigência e uma intervenção.”  José Saramago (enviado para mim neste dia tão importante pela minha amiga Denise Stacheski) Quando eu era … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | 10 Comentários

Definitivamente: a vida é curta demais pra beber vinho ruim

…sonhando e pensando, procria-se o tempo que perdemos vivendo… E a lata voa porque o carro passou sobre, voando, sobrevoando. Veio alguém doido e reparou na beleza disso e da lua, doido, povo doido que decidiu escrever, me pediu pra … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | 6 Comentários

O silêncio do sol

Ele acordou depois de 45 minutos. Sentiu o lençol gelado do outro lado da cama. Esticou as pernas até ouvir as juntas rasparem. Ouviu o latir do cachorro do vizinho e sentou na ponta do colchão. O piso liso e … Continuar lendo

Publicado em gosto das coisas, Não categorizado, Pão com Manteiga, sol, tempo, viver | 9 Comentários

Um 2011 insuportável de tão otimista

O Belão adverte: este é um texto otimista e com palavrões. Se você odeia, pare por aqui. Em 2011 vamos procurar. Procurar uma porção de coisas. Procurar felicidade, abraços e sorrisos. Dividir a aventura de viver com uma porção de … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | 14 Comentários

2010 uma página que inspira novas

Semanas corridas me perseguem, seguem e me impedem de cantar Jingle Bells. Eu bem que tento responder todos e-mails, mensagens e ir a todos os amigos secretos e jantares mandatórios de final de ano, mas tem dias que acabo ficando … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | 3 Comentários