Arquivo da categoria: Paz

A força mais do que Jedi de compreender

A força com que o universo de tudo é capaz de nos conduzir ao longe é o mistério do detalhe das pequenas coisas. Quanto mais forte a gravidade dos desafios enfrentados com coragem, maior se tornam no meu peito o … Continuar lendo

Publicado em Escola da Vida, Paz | 3 Comentários

Manifesto do Pijama

Tem semanas que acredito pra valer que viver em sociedade é uma imposição. Se minha geladeira está cheia de comida e bebida. Minha casa está quentinha em oposição ao frio que faz lá fora. Saio da cama, coloco a meia … Continuar lendo

Publicado em Curitiba, gosto das coisas, Paz | Marcado com | 3 Comentários

Escritor que é escritor encara a morte com amor

Um dia irão dizer que escrevi por escrever. Sem ao menos saber da paixão que o escritor precisa ter. Um relicário sem horário de brilho no olhar e força no caminhar. Uma espécie de guerreiro sem armadura que a única … Continuar lendo

Publicado em arte, intensidade, Literatura, ofício, paixão, Paz, Poesia, profissão, viver | Marcado com | Deixe um comentário

Noturno à Janela de Drummond

Quando o mundo fecha suas cortinas em nossas cabeças, temos que escolher rápido em que lado do palco ficar. Que tipo de vida vamos levar, que espécie de ordem das coisas, de regras para a sociedade vamos acatar, aceitar, decidir … Continuar lendo

Publicado em abutres, amor, Anjo, arte, declarações, Escola da Vida, fim do mundo, intensidade, janela, Liberdade, loucura, Paz, solidão, tempo | 12 Comentários

Certeza de José

Seu José rezou pra São José, pois a razão de viver escapou de sua mão ainda que por instantes. É comum em seu vilarejo que pessoas de bem se percam no vazio da solidão. Por isso que não lhe estranha … Continuar lendo

Publicado em dream, ficção, imaginação, paixão, Paz, solidão, Sonhos, tempo, viver | Deixe um comentário

Ano Novo Absoluto

A madrugada nos envolve sem pedir licença. O bom e velho bloco surge das neves para reconfortar os dedos amortecidos e gelados. Há quem diga “fique aqui”, “vá até lá”, mas aprendi nas últimas semanas que o melhor é o … Continuar lendo

Publicado em ah! as pequenas coisas!, Amizade, amor, arte, Canadá, esperança, filosofia, intensidade, Love, Neve, paixão, Paz, Poesia, sol, tempo, viver | 11 Comentários

Amor Cosmopolita

em homenagem ao verdadeiro e belo amor de meus grandes amigos Há quem neste mundo saiba amar toda gente? As curvas dos mapas, os olhos das mulheres, o perfume do final de cada beijo? Existe alguém que é capaz de … Continuar lendo

Publicado em amor, Canadá, Paz | 6 Comentários