Arquivo da categoria: quintal

Vontade de viver é vento

  Quando o começo e o meio da semana se precipitam com a solidão na sua cabeça, James suspira. Recebe do vento, um carinho e, a partir deste, reacende a fagulha de sua vida. Desde pequeninho, um sujeito da terra … Continuar lendo

Publicado em gosto das coisas, janela, Parceria, quintal, Vento | Deixe um comentário

Perfumes e cheiros das louças

Levanto. Deslizo a mão pelo peito para ter certeza de que ainda está lá. Sinto o perfume do lençol e logo troco pelo cheiro do café. Dia toma forma, abro a janela para a primeira xícara de luz. Aonde vou … Continuar lendo

Publicado em chuva, Cores, janela, morte, quintal, viver | 2 Comentários

Meu gorro de natal

O destino é tão forte quando decide mudar que é impossível ignorar o sangue que arde feito ácido nas veias. Ainda assim residem no mundo os insistentes protestos sem eira nem beira. A vontade de reclamar por audiência. É como … Continuar lendo

Publicado em amor, Brasil, infância, intensidade, natal, Poesia, política, problemas do mundo, quintal, respeito, tempo, viver | 8 Comentários

A derrota do celular pra piscina

(sério: se for dirigir, não beba) Bar. Bar. Bar. Muitas moedas caem. Entre um copo e outro, fica aquele gosto de férias que chegam ao fim. Entre a consciência da moderação e de deixar o carro em casa sempre, eu … Continuar lendo

Publicado em arte, brincadeira, ficção, intensidade, loucura, piscina, quintal, sol, tempo, tudo brincadeira, viver | 5 Comentários

Um livro, uma árvore e um filho

  Lançamento do meu livro, Vitrine de Sonhos, pela Editora Inverso, será no sábado, dia 27/11/2010, às 16 horas no Café Quintana que fica na Avenida Batel, 1440, em Curitiba. Entrada é franca. Conto com a presença de todos que … Continuar lendo

Publicado em amor, declarações, ficção, intensidade, livro, livro do Belão, Love, quintal, Vitrine de Sonhos, viver, words | 18 Comentários

O menino que escreve

Ele não pára de escrever. Criança que acorda e vai à escola pra estudar mais e aprender mais coisas para escrever. Gosta do jeito da professora segurar o giz enquanto olha para o quadro negro que é verde e ele … Continuar lendo

Publicado em amor, ficção, infância, livro, livro do Belão, paixão, Pão com Manteiga, quintal, tempo, Vitrine de Sonhos, viver | 12 Comentários