Arquivo da categoria: solidão

Mulher sozinha quer chover

  As gotas de chuva pra fora da janela escorrem lentas e tediosas. Encerram em si belezas e sutilezas, mas ainda assim não dizem nada. Caladas observam o quarto, a cama e os desenhos dela na parede. Ela se move … Continuar lendo

Publicado em chuva, janela, Liberdade, Não categorizado, solidão | 3 Comentários

Toda palavra frágil é que manifesta a ideia da transformação

  Um homem feito de papel, preso no labirinto de sua própria solidão, buscava compreender sozinho o amor. Procurava desvendar seus segredos e revelar seus mistérios. Um filósofo e herói dos pensamentos perdidos no tempo, ele olhava os dias se … Continuar lendo

Publicado em amor, Love, solidão, tempo, viver | 2 Comentários

Noturno à Janela de Drummond

Quando o mundo fecha suas cortinas em nossas cabeças, temos que escolher rápido em que lado do palco ficar. Que tipo de vida vamos levar, que espécie de ordem das coisas, de regras para a sociedade vamos acatar, aceitar, decidir … Continuar lendo

Publicado em abutres, amor, Anjo, arte, declarações, Escola da Vida, fim do mundo, intensidade, janela, Liberdade, loucura, Paz, solidão, tempo | 12 Comentários

Certeza de José

Seu José rezou pra São José, pois a razão de viver escapou de sua mão ainda que por instantes. É comum em seu vilarejo que pessoas de bem se percam no vazio da solidão. Por isso que não lhe estranha … Continuar lendo

Publicado em dream, ficção, imaginação, paixão, Paz, solidão, Sonhos, tempo, viver | Deixe um comentário

O apanhador de sonhos

Quarta-feira, semi-durmo. Hoje esbarrei em alguém, mas continuei andando sozinho. Eu pisei num tecido branco em meio a um rodeio de pessoas do passado. Uma festa em dimensão etérea, uma lembrança. Sabe quando você revê lembranças e se perde em … Continuar lendo

Publicado em Jabuti, solidão, Sonhos | 13 Comentários

O protetor de tua solidão

Cada ano que passa a vida desabrocha mais faceira em devaneios e sorrisos que se perdem em uma bossa nova só minha. E, por conservar esse jeito cuidadoso de me jogar, esbarro em poesias que criamos juntos. E em decisão … Continuar lendo

Publicado em amor, esperança, Liberdade, solidão | 12 Comentários

Quando nevar

Quando nevar, eu vou. Vou terminar essa frase, preencher essa folha em branco, conversar em busca de sentenças, viver de acordo com meus termos, meu tempo, meu gosto e solidão. Nem me incomodará o olhar desentendido, a ferida que se … Continuar lendo

Publicado em Curitiba, declarações, esperança, solidão, Sonhos | 6 Comentários